Conheça os principais tipos de cobertura do seguro rural

Seguro agrícola
seguro rural
Saiba mais sobre o
Seguro Agrícola

A produção no campo nem sempre encontra condições favoráveis para garantir uma boa colheita e, para enfrentar possíveis adversidades, o seguro rural é uma das melhores opções disponíveis para o agricultor. Com diversos tipos de coberturas, é um instrumento apto a afastar os maiores riscos da lavoura.

Dado o alto investimento em insumos, maquinário e mão de obra, o produtor rural não pode depender apenas da sorte para garantir o seu retorno financeiro. O setor é, ainda, responsável pela alimentação das famílias no campo e na cidade, e também colabora para a balança comercial do país por meio das exportações.

Continue a sua leitura e saiba como o seguro rural pode ajudá-lo com seus diversos tipos de coberturas. Confira!

Seguro aquícola

Muitas espécies de peixes são criadas em cativeiro, a exemplo da Tilápia e da Truta. A primeira é mais comum no prato dos brasileiros, em razão do clima favorável para o seu desenvolvimento. Já a segunda, por necessitar do frio para se desenvolver, tem uma criação mais trabalhosa e que demanda maiores investimentos, tanto que é uma espécie que faz parte de cardápios mais sofisticados.

Em comum, existe o fato de que ambas as espécies estão sujeitas a acidentes e doenças que podem dizimar a produção. Nesse caso, o seguro fará com que o aquicultor seja indenizado caso um desses infortúnios aconteça.

Seguro pecuário

Bovinos, equinos, caprinos, suínos, dentre outros, também podem ser objeto de uma apólice de seguro. A cobertura se dá para o caso de acidentes e doenças, em animais destinados para o consumo, trabalho por tração, cria, recria, engorda e também aqueles usados para a reprodução, com fins de melhorar os viveiros.

O seguro pecuário não abrange exemplares premiados e de elite, que são protegidos pelo seguro para animais. A diferença é que o seguro para animais não é uma espécie de seguro rural e, portanto, não conta com os benefícios fiscais destinados a esse. O seguro de animais também pode ser feito para animais domésticos.

Seguro de benfeitorias e produtos agropecuários

Como já foi mencionado, a produção rural demanda grandes investimentos em maquinários, que geram grandes prejuízos quando apresentam problemas. Por meio dessa modalidade, todos os bens e equipamentos utilizados na produção agrícola, pecuária, aquícola ou florestal ficarão protegidos.

É uma garantia bastante ampla, que incide sobre tudo o que se encontra nos limites da propriedade, contra os riscos gerados por incêndios, raios, explosões, ventos nocivos, colisão entre veículos, roubo, furto e desabamento. Construções, instalações, equipamentos e produtos estocados são cobertos pela apólice, que pode ensejar uma vistoria prévia para a admissão dos riscos e o cálculo do valor do seguro.

Seguro de penhor rural

As operações de crédito rural usualmente exigem garantias, que são dadas para o caso de inadimplência do tomador do empréstimo. Por sua vez, o seguro penhor rural destina-se à preservação dos bens relacionados à atividade desempenhada, usados como garantia, durante o período de vigência da apólice.

Dessa forma, perdas e danos serão indenizados, até o limite da garantia, quando causados pelos riscos cobertos pela apólice contratada.

Vários tipos de bens podem ser segurados nessa modalidade, a exemplo dos produtos já colhidos, das construções, dos armazéns, das benfeitorias, dos veículos rurais, do maquinário, entre outros.

Os bens devem estar devidamente discriminados e caracterizados na apólice e no contrato de crédito rural, e a cobertura pode ser acionada em casos de incêndio acidental, queda de raio, explosões de quaisquer tipos, tromba d’água, vendaval, granizo, excesso de chuva, inundação, alagamento, impacto de veículos, desabamento, tremores de terra devidamente certificados pela autoridade competente e roubo e/ou furto qualificado.

Seguro de florestas

A atividade agrícola pode demandar a reposição de florestas em formação ou o valor comercial atinente, em relação a florestas já formadas ou naturais, contra danos decorrentes de incêndios, fatos biológicos ou meteorológicos. Para a contratação da apólice, é necessário que as florestas seguradas estejam identificadas e caracterizadas, sendo que a indenização será gerada por prejuízos decorrentes de um ou mais riscos cobertos, quando verificados.

O valor da cobertura é estimado por meio de duas metodologias de cálculo, que leva em consideração se a floresta está em formação ou já formada. Em relação ao primeiro caso, a apólice pode abarcar o custo para a implantação, mais o custeio anual de manutenção, para que ocorra a reposição das florestas em formação. Já no caso de florestas já formadas, também chamadas de naturais, o cálculo é determinado pelo valor comercial dessa.

A cobertura se dá contra riscos de incêndio, doenças, pragas, fenômenos meteorológicos, ventos que excedam os 54 km/h, chuva excessiva e climas adversos em relação ao tipo de bioma do local, a exemplo de secas ou geadas.

Seguro agrícola

É considerada a modalidade mais importante e a que tem maior adesão no mercado, e sua cobertura se dá principalmente contra fenômenos climáticos, os maiores vilões da lavoura. É o tipo de seguro que garante a vida da planta do plantio à colheita. A rigor, no caso de cobertura contra fenômenos climáticos, não haverá indenização contra doenças, pragas ou seca em plantios dotados de irrigação artificial.

Para que haja uma cobertura mais ampla, o contratante do seguro agrícola deve adquirir a cobertura especial, que implicará o pagamento de um prêmio adicional. Também é viável a contratação de cobertura multirrisco, que abrange um número maior de danos segurados.

Seguro de vida do produtor rural

Sendo a morte um fenômeno indesejável e inevitável, o produtor rural também deve fazer a contratação de uma apólice para o caso. Nessa modalidade, as dívidas do produtor serão amortizadas ou mesmo liquidadas em razão de sua morte, e a apólice terá vigência tão somente durante o período de pagamento do financiamento. O beneficiário do seguro é a instituição financeira que cedeu o crédito ao contratante.

Há uma variedade gigantesca de modalidades no mercado, o que requer atenção do potencial contratante, para que escolha aquela que melhor se ajuste ao seu perfil e à sua necessidade. Contar com uma corretora especializada é um auxílio fundamental para a contratação do melhor produto!

Agora que você sabe mais sobre o seguro rural, aproveite para entrar em contato conosco! Nós queremos e podemos ajudá-lo!