Veja como funciona o seguro educacional e por que ele é importante

Seguro
seguro educacional

O investimento em estudos é uma das principais preocupações das famílias. Porém, ele pode pesar no bolso e ainda existe o risco de acontecerem imprevistos. No entanto, é possível ter uma segurança maior contratando o seguro educacional.

Sabia que existe essa modalidade para dar suporte às famílias e garantir a continuidade dos estudos de crianças e jovens? Em muitos casos, ele é essencial para evitar atrasos nos pagamentos e proteger o aluno e seu responsável.

Interessante, não é mesmo? Continue lendo para entender exatamente como funciona o seguro educacional, quais são as coberturas que oferece e se realmente é interessante fazer a sua contratação.

Como o seguro educacional funciona?

Para que crianças e adolescentes tenham uma educação de qualidade, é preciso investir em boas instituições. O problema é que, muitas vezes, isso pesa no bolso das famílias, pois, além da mensalidade, há o gasto com material, uniforme, transporte, entre outros que encarecem os estudos.

O maior problema é que imprevistos acontecem e podem atrapalhar os planos da família. Nesse momento, vemos a importância dos seguros, e, para garantir a continuidade dos estudos, nada melhor do que o seguro educacional.

Basicamente, ele ajuda no pagamento das mensalidades, caso os pais tenham dificuldades em função da perda do emprego, uma necessidade de ficar sem trabalhar, ou em caso de invalidez ou morte. Se não for possível cumprir o compromisso, a seguradora é que paga a mensalidade escolar.

Esse seguro também pode ter coberturas adicionais que oferecem diversos tipos de proteção para o segurado. Ele pode ser contratado apenas para um ciclo de estudo ou ser mantido desde o início da vida escolar até o término da faculdade.

Sua contratação pode ser feita de forma individual, mas o valor pago por mês pode ser mais alto do que na modalidade coletiva, por isso, ela é a mais procurada. A própria instituição de ensino oferece o seguro para os pais e consegue um valor mais baixo em função da adesão de diversas famílias.

Quais são as coberturas do seguro educacional?

Na cobertura básica do seguro educacional, quando o responsável financeiro não pode arcar com os custos, a seguradora paga até três mensalidades. Porém, a proteção da apólice pode ser estendida com coberturas adicionais que visam a outros muitos benefícios, como:

  • assistência médica para o estudante durante o período letivo;
  • aulas particulares na residência, se o estudante não puder ir à escola;
  • indenização em caso de invalidez ou morte do estudante ou responsável financeiro;
  • custeio do uniforme e do material escolar;
  • repetência, para um ano letivo;
  • curso pré-vestibular;
  • formatura.

Vale lembrar que o acréscimo de coberturas na apólice implica o aumento da mensalidade. Os valores cobertos, bem como as indenizações, são determinados no contrato, sendo muito importante ficar atento a esses detalhes.

Outro fator relevante é a carência, ou seja, existe um período em que não há cobertura do segurado, e ele começa a ser contado a partir da data de início da validade da apólice. Isso deve estar estabelecido no contrato e o tempo varia em função da seguradora.

O seguro educacional vale a pena?

Todo seguro vale a pena quando ele, de fato, é necessário. No caso do seguro educacional, é interessante quando as mensalidades são muito altas, como no caso de alguns cursos universitários mais custosos (veterinária, medicina, advocacia, odontologia).

Também é uma boa alternativa para os responsáveis que apresentam instabilidade financeira, como os autônomos e os profissionais independentes. Em casos de problemas de saúde, é uma boa alternativa, porque uma incapacidade funcional temporária poderia prejudicar o pagamento das mensalidades.

Quando o próprio estudante é quem arca com as despesas dos seus estudos, o seguro educacional atua como uma espécie de bolsa. Afinal, existe o risco de o estudante não conseguir manter o emprego, e alguns cursos exigem estágio, que podem interferir na renda quando não remunerado.

Para o seguro educacional ser ainda mais vantajoso, é muito importante escolher corretamente a seguradora e analisar qual modalidade — individual ou coletiva — é a mais indicada em cada caso. Porém, o importante é que você esteja ciente de que pode contar com esse suporte para garantir o futuro dos seus filhos sem prejudicar suas finanças.

Gostou de conhecer essa modalidade de seguro? Então, assine a nossa newsletter para receber, em seu e-mail, outras informações interessantes como essas!