Mudanças climáticas e agronegócio: como evitar prejuízos?

Seguro agrícola

As intempéries climáticas são as grandes vilãs da agricultura mundial. Veja como se prevenir e evitar prejuízos

Com informações do INEAM

Uma pesquisa desenvolvida pela economista Nicole Rennó Castro, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz ??? Esalq, da USP, avaliou com base em experimentos, o impacto potencial das variáveis climáticas (em termos anuais) no valor da produção agrícola agregado dos principais estados produtores do País.

Segundo o trabalho da economista, os efeitos adversos produzidos por mudanças nas condições climáticas médias sobre o setor agrícola são divergentes entre os Estados, sendo mais atrelados às variações de temperatura.

clima-agronegocio
Em Piedade (SP), uma chuva de granizo destruiu plantações e o prejuízo passou de R$ 2 milhões. O evento climático aconteceu em 2015 / Foto: Folha de Piedade

“As mudanças impactam a atividade econômica, e as atividades agropecuárias devem enfrentar tais efeitos de forma mais intensa, uma vez que o setor tem seu desempenho intrinsecamente dependente dos recursos naturais e das condições climáticas???, afirma Nicole.

Segundo a pesquisadora, a questão ganha relevância, uma vez que efeitos adversos sobre a agricultura, além de prejudicarem os produtores via quedas de produção e produtividade, afetam diretamente os preços e a qualidade dos alimentos, o equilíbrio do mercado internacional de commodities e, também, a segurança alimentar global.

Tecnologia e prevenção

O material tecnológico tem ajudado a prevenir os possíveis prejuízos causados pela mudança no clima e suas intempéries. ?? comprovado que o produtor agrícola do século XXI vem conseguindo evoluir em produtividade, fazendo uso destas tecnologias e métodos de manejo eficientes.

Mas, o fato é que o produtor até pode controlar a tecnologia e inovar no manejo, mas não é sempre que consegue prever a influência do clima sobre a lavoura. E como se sabe, as intempéries climáticas são as grandes vilãs da agricultura em todo o mundo.

Como ainda não é possível ao produtor, mesmo com toda a tecnologia disponível, antecipar-se às agressividades da natureza, então, atualmente, a melhor saída para quem não quer ter prejuízos na produção, é se amparar em um bom seguro agrícola e, assim, garantir o “ganha pão” no fim do mês.

Benefícios de um seguro agrícola

?? um seguro multirrisco, que cobre perda de produtividade da lavoura, garantindo uma receita mínima ao produtor.
E o Seguro Agrícola garante os danos às plantações, causados por: Granizo, Geada, Excesso de chuvas, Ventos fortes
Estiagem, Inundação imprevista e inevitável, Incêndio, Tromba d’água.

Para a cobertura de não germinação / replantio, estes são os riscos: Tromba d’água, granizo e excesso de chuvas.